Prova de Vida do INSS 2024: Confira as Novas Regras

Prova de Vida do INSS 2024

A prova de vida do INSS é um procedimento realizado pelo INSS para dar continuidade à concessão de aposentadorias, pensões e auxílios.

No entanto, graças à Portaria Pres/INSS 1.408/2022, este procedimento não é mais necessário, pois agora a comprovação de que o beneficiário está vivo será feita por meio de dados.

Porém, a prova de vida ainda não está suspensa, e pode ser realizada presencialmente na agência do INSS por aqueles que desejarem fazer a comprovação desta forma.

Mas há que se destacar que, a vantagem de não precisar mais ir até a agência proporcionará maior comodidade para os beneficiários.

Neste texto iremos falar mais sobre as mudanças, para que você também consiga fazer o novo procedimento com essas novas vantagens.

O Que é Prova de Vida do INSS?

A prova de vida é um procedimento de verificação do INSS para garantir a continuidade dos benefícios, e que deve ser feita por todos aqueles que recebem um benefício de longa duração.

Nele, o beneficiário precisa estar presencialmente em uma agência para fazer a comprovação de que de fato está vivo.

É solicitado a apresentação de documento com foto, cartão de débito e até mesmo a biometria é requisitada em algumas situações.

Mudanças na Prova de Vida em 2024

Em 2024 o INSS utilizará uma metodologia diferente para fazer a prova de vida do segurado. 

Ao invés da análise presencial, o instituto analisará as informações do beneficiário através de diferentes bancos de dados.

Entre os dados analisados, nós podemos citar:

  • Acesso ao aplicativo Meu INSS com o selo ouro; 
  • Acesso outros aplicativos e sistemas dos órgãos públicos que possuam certificação;
  • Realização de empréstimo consignado que tenha a utilização de biometria;
  • Atendimento presencial nas Agências do INSS que utilize biometria;
  • Realização de perícia médica, por telemedicina ou presencial;
  • Vacinação;
  • Cadastro ou recadastramento em órgãos de trânsito ou segurança pública;
  • Votação nas eleições;
  • Declaração de Imposto de Renda, como titular ou dependente;
  • Emissão ou renovação de: Passaporte, carteira de motorista; carteira de trabalho; alistamento militar; carteira de Identidade; qualquer outro documento oficial que requisite a presença física do usuário ou reconhecimento biométrico.

A comparação de dados é feita dentro de 10 meses, contados a partir do aniversário de cada beneficiário.

Por exemplo, se alguém fizer aniversário a partir do dia 23 de janeiro, o INSS terá 10 meses a partir desta data para fazer a comparação de dados deste beneficiário.

Existem dois modos de saber quando a última comparação foi feita:

  • Através da central telefônica do INSS pelo número 135;
  • Pela internet acessando o portal ou aplicativo do Meu INSS.

Outras Perguntas Frequentes

Como Fazer a Prova de Vida do INSS?

Com as mudanças, o beneficiário pode fazer a prova de vida realizando coisas que ele teria que fazer naturalmente, como votar, vacinar, acessar os aplicativos do INSS, ou qualquer uma das outras ações que citamos na lista do tópico anterior.

Ao fazer isso, o dado já ficará computado no banco do instituto, e isso servirá como prova para garantir a continuidade do benefício que o beneficiário já recebe.

Quem Deve Fazer a Prova de Vida do INSS?

Todos aqueles que recebem benefícios em longo prazo do INSS precisam fazer a Prova de Vida do INSS.

Quando a Prova de Vida Deve Ser Feita?

Após o aniversário do beneficiário, ele tem 10 meses para realizar alguma das atividades que servem como atestado para a Prova de Vida.

Se ele não o fizer, o benefício que ele recebe será bloqueado.

Meu benefício foi bloqueado, e agora?

Você tem um prazo de 60 dias para desbloqueá-lo, seu benefício será suspenso. Após seis meses, caso o beneficiário não resolva o problema, então o direito dele será cassado.

Para desbloqueá-lo você pode:

  • Ir a uma agência bancária que tenha caixa eletrônico com biometria para fazer a operação que garante o desbloqueio.
  • Você também pode ir até uma agência do INSS para fazer o processo presencialmente.

Alguma Outra Dúvida Sobre a Prova de Vida?

Se você quer resolver qualquer outro problema relacionado à prova de vida, e precisa de orientação de um advogado previdenciário, clique aqui e fale agora mesmo com um especialista.

Se você acha que este texto pode ajudar outra pessoa, não se esqueça de compartilhá-lo.

Links Para Leitura

Compartilhar:

Veja mais publicações

Servidor Público Pode Contribuir Para o INSS?
Contribuição Previdenciária

Servidor Público Pode Contribuir Para o INSS?

Muitos servidores públicos, ao planejarem seu futuro previdenciário, se deparam com a dúvida: é possível contribuir para o INSS e garantir uma segunda fonte de